Acesse o Diário Oficial do Estado

Acessar

A Secretaria

As atribuições da Secretaria de Estado da Casa Civil envolvem o assessoramento direto do Chefe do Poder Executivo na coordenação de ações de governo, inclusive de secretarias. A pasta ambém possui a responsabilidade pela avaliação das propostas legislativas que o governador encaminha ao Poder Legislativo, além de cuidar da publicação de atos oficiais do Executivo.

Relatórios da Gestão 2019-2022

Balanço de atividades dos 100 dias
Balanço de atividades dos 180 dias

 

Competências

De uma maneira bem ampla e resumida, a Casa Civil  tem a função de ajudar o governo a gerenciar e integrar todas as suas funções assessorando o Governador do Estado nas relações institucionais e assistindo-o no desempenho de suas atribuições constitucionais e legais. 

São competências da Secretaria de Estado da Casa Civil, definidas pela Lei nº 20.491, de 25 de junho de 2019:

"...

art. 5º...

I – a assistência e o assessoramento ao Chefe do Poder Executivo no desempenho de suas atribuições constitucionais e legais, especialmente:

a) no relacionamento com as entidades da sociedade civil;

b) na criação e implementação de instrumentos de consulta e participação popular;

c) na coordenação e integração das ações governamentais;

d) na análise do mérito e da compatibilidade das propostas, inclusive das matérias em tramitação na Assembleia Legislativa, com as diretrizes governamentais;

e) na análise prévia de constitucionalidade e legalidade dos atos de governo, com vistas a subsidiar as decisões do Governador, inclusive com a emissão de parecer jurídico, em articulação com a Procuradoria-Geral do Estado;

II – a realização de estudos de natureza político-institucional;

III – a elaboração de mensagens governamentais, decretos, despachos, projetos de lei, inclusive o acompanhamento do respectivo processo legislativo, bem como a elaboração de outros atos normativos ou administrativos de competência do Governador do Estado e a adoção das providências necessárias à sua publicação, quando exigida;

IV – a manutenção das publicações de atos normativos e documentos oficiais em repositórios digitais seguros, bem como o provimento de mecanismos de processamento, armazenamento, disponibilização e consulta para os usuários, utilizando tecnologias de informação e comunicação apropriadas.

Parágrafo único. Os pareceres jurídicos emitidos nos termos da alínea “e” do inciso I do caput serão subscritos por Procurador do Estado."

A publicação e preservação dos atos oficiais, assim como a elaboração de decretos e projetos de lei, com a sua devida consolidação, são ações de responsabilidade da secretaria, em disposições previstas na Lei Complementar nº 33, de 08 de agosto de 2001, conforme determina o § 1º do art. 18 da Constituição Estadual.

Conheça o Decreto nº 9.556, de 20 de novembro de 2019, que revogou as normatizações anteriores e instituiu o novo regulamento da Casa Civil

Canais de Atendimento

O atendimento presencial de todas as unidades da secretaria é realizado das 08h às 18h.

Rua 82, nº 400, Ed. Palácio Pedro Ludovico Teixeira, 8º andar
Setor Central - Goiânia/GO - CEP: 74.088-900

Telefone (62) 3201-5800


Para informações de imprensa, entre em contato com a Comunicação Setorial.

Saiba mais informações sobre telefones, endereços e horários de atendimentos das unidades.

Estrutura Organizacional

A Casa Civil é dividida em 2 superintendências responsáveis por atender ao cidadão por meio de suas atividades.

  • Superintendência de Gestão Integrada
  • Superintêndencia de Legislação, Atos Oficiais e Assuntos Técnicos

Secretário

O Superintendente de Legislação, Atos Oficiais e Assuntos Técnicos, Alan Farias Tavares, conforme estabelecido pelo Decreto nº 9.564, de 25 de novembro de 2019, possui a atribuição temporária da competência para a prática dos atos de gestão da Secretaria de Estado da Casa Civil.

Alan Farias Tavares

Procurador do Estado, com especialização em Direito Público, Direito Civil e Direito Processual Civil. Foi coordenador do Núcleo de Execução Fiscal da Procuradoria-Geral do Estado de Goiás (PGE), entre 2009 e 2011, e procurador-chefe da então Advocacia Setorial, hoje Procuradoria Setorial, da antiga Secretaria de Estado da Fazenda, atualmente Secretaria de Estado da Economia (SEE), entre 2014 e 2015. Na Procuradoria-Geral do Estado de Goiás atuou nas Procuradorias Trabalhista e Tributária. Antes, entre 2000 e 2006, foi servidor da Prefeitura de Goiânia, atuando como fiscal de posturas na área ambiental.

Agenda do Secretário

27 de mai de 2020
Sem compromissos oficiais.